Polícia Fiscal regista milhares de delitos

O comando nacional da Polícia Fiscal registou, durante os seus 15 anos de existência, um total de 17.993 delitos, dentre as quais 9.775 crimes de contrabando de importação e 2.050 casos de transgressão fiscal.
Os dados foram divulgados pela comandante nacional da Polícia Fiscal, comissária Maria Madalena Gambôa, ao presidir às comemorações do 15.º aniversário da corporação. Indicou que, do total de crimes registados, 1.377 foram de violação às normas marítimas e 381 de contrabando.
A comandante da Polícia Fiscal sublinhou que, no total de crimes registados a nível nacional, se incluem 193 casos de tráfico de cocaína e 99 casos de outro tipo de drogas, cujos processos-crime foram remetidos aos órgãos de tutela: o Cartório das Alfândegas, Direcção Nacional de Investigação Criminal (DNIC), Banco Nacional de Angola (BNA), as Capitanias e o sector das Pescas.
A comissária Madalena Gambôa revelou que o comando nacional da Polícia Fiscal apreendeu mais de 566 milhões de dólares e mais de 35 milhões de euros.
Relativamente aos estupefacientes, disse, a corporação apreendeu 120.237 pedras de diamantes, 344.195 quilos de cocaína e 688.204 quilos de liamba.
Madalena Gambôa realçou que, para combater o índice de criminalidade, o órgão que dirige vai continuar a apostar na formação dos efectivos em todos os domínios, com vista à melhoria das suas capacidades técnicas e profissionais.
A comissária Assegurou que o comando da Polícia Fiscal também tem como prioridades a extensão dos seus serviços a todas as fronteiras e onde se fizer sentir muito movimento de pessoas e mercadorias.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA