Pedro Pires nega apoiar candidatos

O Presidente da República de Cabo Verde, Pedro Pires, colocou-se quarta-feira à margem das eleições presidenciais de Agosto, escusando-se a confirmar o alegado apoio à candidatura do ex-presidente do Parlamento Aristides Lima.
“Mantenho um certo distanciamento em relação às eleições presidenciais em Cabo Verde. Ainda não fiz nenhuma declaração nesse sentido. Portanto, tudo o que se diz sobre isso é da responsabilidade de quem o diz”, afirmou Pedro Pires.
O Presidente cabo-verdiano sublinhou ainda estar “ética e moralmente interdito” de fazer qualquer declaração de apoio. Pedro Pires falava aos jornalistas à saída de um encontro com o Presidente português, Cavaco Silva.
A candidatura independente de Aristides Lima às presidenciais de 7 de Agosto está a ser associada à denominada “ala pirista” (próxima do Presidente Pedro Pires) do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, no poder), que optou por apoiar Manuel Inocêncio Sousa.Grande parte do “staff” de Pedro Pires esteve presente em Março na conferência de imprensa de apresentação da candidatura de Aristides Lima. Pedro Pires esteve em visita a Portugal até ontem para receber um doutoramento Honoris Causa em Ciência Política pela Universidad
Lusófona de Ciências e Humanidades e esta foi a sua última viagem a Portugal enquanto Chefe de Estado cabo-verdiano.
As eleições presidenciais em Cabo Verde foram abordadas no encontro com o Chefe de Estado português, que segundo Pedro Pires foi uma visita de cortesia sem “objectivos políticos maiores. Foi uma oportunidade de passar em revista algumas questões, sobretudo as actuais, dos nossos países. Todos estamos preocupados com a crise económica e financeira internacional, quais serão os impactos nos nossos respectivos países e, está claro, que somos obrigados a falar e a reflectir sobre isso”.
Antes de regressar a Cabo Verde, ontem, Pedro Pires reuniu com a comunidade cabo-verdiana no Centro de Congressos de Lisboa.

Pedro Pires está a terminar o segundo mandato e o último permitido pela Constituição como Presidente de Cabo Verde. Às eleições presidenciais marcadas para 7 de Agosto concorrem quatro candidatos: Manuel Inocêncio de Sousa, Aristides Lima, Jorge Carlos Fonseca e Joaquim Jaime Monteiro.

in Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA