Pedida seriedade dos cidadãos ao expor inquietações sobre intolerância

Coordenador da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), Higino Carneiro
Coordenador da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), Higino Carneiro

Tchindjendje – O coordenador da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), Higino Carneiro, pediu hoje, terça-feira, na vila do Tchindjendje, Huambo, seriedade por parte dos cidadãos em expor as suas inquietações sobre os alegados casos de intolerância política nesta circunscrição.
Esta posição foi manifestada durante o acto que marca a abertura da segunda fase de auscultação pública para averiguar os alegados casos de intolerância politica apresentado a Assembleia Nacional, pelo grupo parlamentar da Unita.
O deputado Higino Carneiro referiu que, os cidadãos são livres em exporem as suas inquietações, por três minutos para cada interveniente e pode expressar-se tanto em língua portuguesa ou Umbundo, para a comissão ter a certeza se existem tais casos de intolerância politica no município da Tchindjendje.
“Queremos um debate púbico e aberto que aceitamos que os 43 cidadãos inscritos possam se expressar na língua que mais domina, pedimos que não se repitam as intervenções, de forma a se saber de concreto se as autoridades administrativas e politicas do município se tem incitado na pratica de casos de intolerância politica nesta região”, disse.
Depois do Tchindjendje, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), realiza no princípio da tarde de hoje, a mesma similar no município de Longonjo, a cerca de 64 quilómetros a oeste da cidade do Huambo.
A comitiva do CPI coordenado pelo deputado Higino Carneiro, integram 15 parlamentar do MPLA, Unita, PRS e FNLA.

 

Font: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA