Pedida a ajuda dos pais na aposta do Executivo

Os encarregados de educação devem empenhar-se na educação dos filhos, ajudando o Executivo a concretizar os 11 compromissos sobre os direitos das crianças, afirmou, no domingo, no Sumbe, a vice-governadora para o sector político e social.
Fernanda de Almeida, que falava a um grupo de crianças seleccionadas dos 11 municípios da província, no âmbito do mês que lhes é dedicado, recordou que o Executivo definiu dois planos de contenção das dificuldades que ainda afectam as famílias em Angola.
Um desses planos, referiu, que tem a ver com o combate à fome e à pobreza no seio das populações, tem como objectivo fundamental dinamizar os 11 compromissos dirigidos à criança. A realização desse plano, sublinhou, mostra o empenho de todos os intervenientes que, directa ou indirectamente, contribuem para que o apoio às crianças, desde os cuidados de saúde, ao direito à educação, á habitação, à família e ao lazer, seja prioritário.Aos administradores municipais e os pais e outros encarregos de educação, a vice-governadora exortou a andarem de mãos dadas, materializando as acções em curso para as crianças, estejam onde estiverem, se sentirem protegidas.
O director provincial do Instituto Nacional da Criança (INAC) disse ser o momento de todos reflectirem sobre o crescente número de crianças violentadas no país e no mundo.
Correia Bongue elogiou a forma como o Executivo tem a respondido às preocupações de muitas crianças, frisando ser urgente garantir-lhes esperança.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA