PCA das Edições Novembro satisfeito com apoios do governo de Cabinda

Cabinda – O presidente do Conselho de Administração das Edições Novembro, José Ribeiro, considerou hoje, terça-feira, em Cabinda, que os apoios em meios técnicos e infra-estruturas que o governo da província tem cedido a direcção provincial do Jornal de Angola tem permitido melhorar as condições de trabalho dos profissionais.

José Ribeiro, que falava na cerimónia de abertura da 6ª reunião dos directores provinciais das Edições Novembro, sublinhou que os resultados alcançados não teriam sido possíveis sem a ajuda do Governo da Província de Cabinda.

“Os profissionais e direcção local do Jornal de Angola têm feito um esforço notável na produção de conteúdos jornalísticos e na distribuição dos jornais, trabalhando com várias entidades, incluindo escolas, uma acção só possível graças ao apoio do governo local”, reforçou.

O encontro, que vai abordar as mudanças recentemente operadas nos estatutos da empresa, bem como a estratégia e os métodos de direcção e de gestão da empresa, reúne directores provinciais e administradores da empresa.

A possibilidade de criação de uma unidade distribuidora no quadro das Edições Novembro para conjugar os novos equipamentos de produção com as facilidades de transportes (terrestres, aéreos, ferroviários e marítimos) e de correios, visando alargamento da circulação dos jornais, será, no entanto, o tema central do encontro de Cabinda.

A agenda de trabalhos reservam para discussão temas como a estratégia da empresa para 2011/2014, situação actual da empresa, modernização das direcções provinciais, estratégias de funcionamento da administração, do envio, qualidade e eficácia no controlo das matérias enviadas à redacção central, bem como a avaliação da produtividade das redacções provinciais.

O envio de jornalistas para cobertura dentro e fora de Luanda e no exterior do país, envio e justificação do fundo de maneio, atribuições do jornalista, a importância da contabilidade, efectividade, período de estágio, preenchimento de vagas e promoções, a situação dos colaboradores e o quadro de pessoal das direcções provinciais merecerão também atenção dos participantes.

Fonte:angop

DEIXE UMA RESPOSTA