Passos Coelho vence Sócrates

O PSD venceu as eleições em Portugal com 37 por cento mas sem maioria absoluta, o que vai obrigar o líder do partido, Passos Coelho, a fazer uma aliança com o PS, que ficou em segundo lugar ou com o CDS de Paulo Portas. As primeiras projecções indicavam que os vencedores podem subir aos 40 por cento.
As mesas de voto para as eleições legislativas antecipadas fecharam ontem às 19h00 em Portugal Continental e na Madeira, encerrando nos Açores 60 minutos depois. Mais de 9,6 milhões de eleitores estavam inscritos mas as primeiras projecções apontam para uma abstenção na ordem dos 40 por cento.
Um total de 17 forças políticas apresentaram listas, mas apenas nove partidos e uma coligação concorreram a todos os círculos eleitorais.
Pedro Passos Coelho nasceu em Coimbra, a 24 de Julho de 1964. Com cinco anos, foi viver com a família para a então cidade Silva Porto, hoje Cuito, em Angola, onde iniciou a instrução primária, que completou em Luanda. Em 1974, regressou para a terra dos seus avós, Valnogueiras, no concelho de Vila Real.
Actualmente reside em Lisboa, é casado e tem três filhas. É licenciado em Economia, pela Universidade Lusíada de Lisboa. Em 1980 integrou o Conselho Nacional da JSD e do PSD, e em 1982 foi eleito membro da Comissão Política Nacional da JSD e seu secretário-geral em 1984. Exerceu o cargo de vice-presidente da organização de juventude desde 1986, e quatro anos mais tarde, Pedro Passos Coelho candidatou-se a presidente da JSD, função para a qual foi reeleito duas vezes e que desempenhou até Dezembro de 1995. Em 1991 foi eleito deputado à Assembleia da República. Em 1997 foi candidato a presidente da Câmara Municipal da Amadora, tendo sido derrotado. Foi vice-presidente do PSD, na liderança de Luís Marques Mendes (2005-2006). É presidente da Assembleia Municipal de Vila Real desde 2005.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA