Papa Bento XVI apoia a Croácia

O Papa Bento XVI defendeu ontem a entrada da Croácia na União Europeia (UE) como “algo lógico, justo e necessário”, mas reconheceu que é possível que sectores da sociedade croata se mostrem cépticos perante esse ingresso. Bento XVI fez estas declarações aos jornalistas que o acompanharam no avião durante o percurso entre Roma e Zagrebe na sua primeira visita ao país.
O Papa assegurou que a maioria dos croatas vê com alegria a entrada do país eslavo na União Europeia.
“É lógico, justo e necessário que a Croácia entre onde sempre, histórica e culturalmente esteve”, declarou o Papa, afirmando ainda que “se pode entender que um certo sector esteja preocupado e veja com cepticismo e inclusive com medo a entrada numa Europa já feita e construída”.
O Papa assinalou que os croatas, como disseram os bispos do país, não são balcânicos, mas centro europeus. Esta é a segunda vez que um Papa visita a Croácia, após as viagens realizadas por João Paulo II.
A visita ocorre no aniversário da independência da Croácia da antiga Jugoslávia e quando o país se prepara para entrar em 2013 na União Europeia.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA