Omar Al Bashir está em Pequim

O presidente do Sudão, Omar Al Bashir, chegou ontem a Pequim para uma visita oficial criticada pelas organizações de direitos humanos por a China acolher um chefe de Estado procurado pelo Tribunal Penal Internacional (TPI).
Al Bashir tem na sua agenda, entre outros, encontros com o homólogo chinês, Hu Jintao, e com o líder da Assembleia Nacional Popular, Wu Bangguo, para discutir temas de interesse comum e os conflitos do Sudão do Sul e Darfur.
Esta é a quarta visita do presidente sudanês à China, o seu mais importante aliado. Al Bashir devia ter iniciado a visita na segunda-feira mas não cumpriu o calendário. Segundo a versão oficial, o presidente sudanês chegou um dia depois do previsto porque o seu avião teve de regressar a Teerão, onde se encontrava desde dia 24, por razões desconhecidas, numa altura em que sobrevoava o Turquemenistão.
A visita tem sido muito criticada pela comunidade internacional, mas o governo de Pequim frisou não ter qualquer intenção de extraditar Omar Al Bashir, uma vez que não reconhece a autoridade do TPI. O presidente sudanês é alvo, desde 2009, de um mandado de captura por parte do TPI.

 

 

 

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA