Ler Agora:
Número de alfabetizados aumenta de ano para ano
Artigo completo 2 minutos de leitura

Número de alfabetizados aumenta de ano para ano

O sector da Educação na província do Bengo alfabetizou, até ao final de Maio, 300. 873 pessoas, disse, ontem, ao Jornal de Angola, o chefe de departamento de Educação, Ciências e Tecnologia.
Nogueira Hernâni afirmou que o processo de alfabetização e aceleração escolar na região começou em 2008 e que as mulheres das zonas rurais são a maioria dos alfabetizados.
Ao todo, neste momento, referiu, 180 alfabetizados em Kitonhi, Bambuca, Bom Jesus Calomboloca têm aulas no âmbito do projecto do Executivo “Sim, eu posso”.
O governo provincial tem, nesta campanha contra o analfabetismo, o apoio de igrejas, Organização da Mulher Angolana, JMPLA, Polícia Nacional e do comando das Forças Armadas Angolanas no Vale do Paraíso.
O processo de alfabetização, que se realiza em oito municípios e em algumas comunas, 266 formandos que trabalham no programa de alfabetização e aceleração.
Por falta de espaço, declarou Nogueira Hernâni, as aulas decorrem Jangos, igrejas e unidades militares.

Ensino especial

Relativamente ao ensino especial, disse que a província tem, desde 2003, uma escola com alunos deficientes auditivos, cegos e com retardamento mental.
Neste ano lectivo estão matriculados 75 alunos e 12 professores leccionam o 1º ciclo de ensino na vila de Caxito.
A direcção provincial da educação, revelou, envida esforços para desenvolver um programa de alargamento do ensino especial nos restantes sete municípios.
Nogueira Hernâni disse que estão em formação oito professores que, no próximo ano lectivo, vão leccionar nas zonas de Quibaxe e Icolo e Bengo.
Até ao momento, foram formadas 234 alunos com varias deficiências, alguns dos quais frequentam já o ensino médio e outros trabalham.

Fonte: Jornal de Angola

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »