Ler Agora:
Mavericks empatam final
Artigo completo 3 minutos de leitura

Mavericks empatam final

O alemão Dirk Nowitzki protagonizou, na madrugada de ontem, a recuperação dos Dallas Mavericks, na vitória por 95-93 sobre os Miami Heat, que empataram a final dos “play-off” da NBA.
Nowitzki assinou os últimos nove pontos da formação de Dallas, que permitiu conseguir contornar uma desvantagem de 15 pontos nos últimos minutos, igualando a disputa do ceptro (1-1), disputado à melhor de sete jogos. Em Miami, os Mavericks anularam a vantagem dos Heat, a seis minutos do final do jogo, conseguindo durante este período marcar 22 pontos, contra apenas cinco dos anfitriões.
Até essa altura, os Heat exibiram-se em alto nível, conseguindo o parcial de 88-73, mas os visitantes reiteraram o estatuto de “especialistas” em reviravoltas nos momentos finais dos encontros. Nowitzki, que esteve perdulário durante grande parte do encontro, devido à lesão no dedo médio da mão esquerda, e por causa da defesa dos Heat, despertou na altura decisiva e concluiu o jogo com 24 pontos, incluindo os últimos nove da sua equipa.
Além disso, o extremo-poste alemão, que assinou os últimos pontos com a mão lesionada a 3,6 segundos do final, conquistou ainda 11 ressaltos e quatro assistências, tendo sido acompanhado por Shawn Marion, autor de 20 pontos e oito ressaltos, e de Jason Terry, que marcou 16 pontos.
No lado oposto, o técnico dos Heat, Erik Espoelstra, não encontrou soluções quando os “Big Three” deixaram de encestar. Dwyane Wade, que esteve magistral até seis minutos do final com 36 pontos desapareceu na altura crucial, tal como LeBron James, protagonista de 20 pontos, oito ressaltos e quatro assistências, e Chris Bosh, que não foi além dos 12 pontos, enquanto o base Mike Bibby, que estava a ser o jogador chave na exibição dos Heat, assinalou 14 pontos.
O segundo jogo da final dos “play-off” mudou 11 vezes de líder e esteve empatado nove vezes. A igualdade foi mesmo a nota dominante da primeira parte, que terminou com o marcador empatado a 51.
Seguiram-se os momentos de inspiração dos Heat, que tomaram a dianteira com uma sequência de 9-0, terminaram o terceiro período a vencer por 75-71, mas não evitaram tornar-se na primeira equipa na história das finais da NBA a desperdiçar uma vantagem de 15 pontos no seu terreno, a seis minutos e meio do final.

O terceiro jogo é disputado amanhã, no American Airlines Center, de Dallas.

Fonte: Jornal de Angola

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »