Mário Draghi confirmado

Os líderes europeus nomearam na sexta-feira o italiano Mário Draghi como próximo presidente do Banco Central Europeu, depois de outro italiano membro da direcção do BCE concordar em renunciar para facilitar o processo, segundo fontes da região.
Em conclusões preliminares de uma cimeira, em Bruxelas, os líderes da UE indicaram Mário Draghi para presidente do Banco Central Europeu a partir de 1 de Novembro de 2011 até 31 de Outubro de 2019. O economista, de 63 anos, vai substituir o francês Jean-Claude Trichet, que deixa o cargo após oito anos de mandato.
Autoridades francesas mostraram preocupação recentemente sobre a nomeação de Draghi, já que dois italianos ocupariam cargos no banco, sem nenhum francês. O mandato de oito anos do outro italiano, Lorenzo Bini Smaghi, acaba em Maio de 2013.
Em Abril, o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, prometeu ao presidente francês, Nicolas Sarkozy, que a Itália cedia o lugar de Bini Smaghi a um francês se a França apoiasse Draghi. Mas Bini Smaghi disse que não tinha intenção de sair antes. Sarkozy disse na sexta-feira que Bini Smaghi informou a ele que pretende deixar o cargo em breve. Não se sabe ao certo para onde ele vai depois de deixar o BCE, mas o cargo que mais se parece adequar a ele é o de presidente do BC italiano.

 

 

 

Fonte: Jornal de Angola

 

DEIXE UMA RESPOSTA