Julu exibe “A Outra” no seu aniversário

O grupo de teatro Julu exibe quinta e sexta-feira, às 20h00, na sala da Liga Africana, a sua mais recente obra intitulada “A Outra”, no âmbito dos festejos do seu 19º aniversário, que se comemora no próximo dia 9 de Junho.
Lourenço Mateus, director artístico do grupo, disse ao Jornal de Angola, que a peça procura abordar a questão da mulher, na perspectiva de ser a outra companheira do homem. Referiu que a família é o núcleo da sociedade e a perspectiva do grupo é retratar este fenómeno (da outra), que por vezes se torna um factor de destruição de muitos lares. “É pelo facto de muitas mulheres ficarem submetidas a uma condição pouco digna, que o Julu procura encorajar estas mulheres a constituírem as suas famílias”, frisou.
A peça conta com a participação de dez actores do Julu. Lourenço Mateus frisou que para além das duas exibições da peça “A Outra”, na Liga Africana, está prevista a realização de actividades culturais com a comunidade paroquial de São Domingos, onde o grupo foi criado.
“O ponto alto das comemorações do nosso 19º aniversário é a exibição da peça ‘A Outra’, mas teremos também uma confraternização no sábado com os nossos familiares e pessoas que ajudaram o grupo ao longo dos anos de existência”, disse Lourenço Mateus.
O director artístico do Julu anunciou que o grupo está a preparar para o segundo semestre a estreia da peça “A Revolta da casa dos Ídolos”, adaptada da obra de Pepetela.
“Já temos as coisas bem avançadas para a estreia da peça teatral. Estamos à espera do contacto com o escritor Pepetela para fazermos um estudo com ele”, disse Lourenço Mateus, acrescentando que a falta de uma sala também está a dificultar a estreia da peça, uma vez que a programação da Liga Africana já está preenchida.
O grupo Julu ao longo dos anos desenvolveu uma série de actividades com destaque para a parceria com o Comité de Cidadania do MPLA em Luanda, na divulgação dos símbolos nacionais nas escolas e em parceria com a ONG “Com Saúde” e com os órgãos de justiça em Luanda. Este ano, o grupo promoveu uma acção de formação para os seus actores que ficaram mais reforçados em termos de técnicas de representação e guionismo e maquilhagem. Também abordaram a relação entre o teatro e a televisão, já que vários actores do grupo participam em novelas.

O grupo Julu existe desde 1992, actua em várias províncias através de rádio drama, spots televisivos e teatro nas comunidades. Em 1993 assinou um contrato com o Fundo das Nações Unidas para a Infância “UNICEF”, para desenvolver acções na protecção, desenvolvimento e sobrevivência da criança, na campanha de vacinação, no combate às minas, na área de saúde e educação.
Vencedor duas vezes do Festival de Teatro de Luanda em 1999 e em 2000, teve participações internacionais como a bienal dos jovens criadores da CPLP, em festivais africanos no Congo Democrático, e troca de experiências com grupos de Moçambique.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA