Inaugurado centro de aconselhamento familiar

A cidade de Mbanza-Congo, capital da província do Zaire, conta, desde quinta-feira, com um centro de aconselhamento familiar. O empreendimento foi inaugurado pelo governador Pedro Sebastião.
O referido centro, construído no quadro do Programa de Investimentos Públicos (PIP), está localizado no bairro Mfumu, a três quilómetros da cidade de Mbanza-Congo.
Devidamente apetrechado, o centro possui vários compartimentos, com destaque para duas salas de aconselhamento e de arrecadação, uma recepção, um gabinete e auditório com 60 lugares.
A directora provincial da Família e Promoção da Mulher no Zaire, Ana Manifesta, referiu que a inauguração do centro traduz-se num facto histórico para as famílias da província, na medida em que vai servir para a promoção das acções de aconselhamento familiar. De acordo com a responsável, a nível da região o aconselhamento familiar institucional iniciou em 2002, de forma tímida, porquanto os serviços registaram na altura apenas oito casos.
Avançou que o trabalho de sensibilização e esclarecimento desenvolvido sobre o impacto negativo da violência doméstica e intrafamiliar na saúde humana, ao longo dos anos, despertou as consciências de muitos integrantes das famílias que, com isso, mudaram a sua atitude em relação ao fenómeno.
Daí acreditar que a infra-estrutura ora inaugurada vai suprir grande parte das dificuldades que o sector enfrenta, garantindo maior dignidade ao atendimento, disse, para acrescentar que o passo a seguir é o recrutamento de outros quadros necessários para o funcionamento normal da instituição, como juristas e psicólogos.
O governador Pedro Sebastião disse que o centro tem uma responsabilidade acrescida na matéria de aconselhamento familiar, tendo em conta que, nos dias que correm, a violência doméstica vai ganhando corpo, o que exige uma atenção redobrada. “O aconselhamento familiar pretendido não se resume apenas no quadro da violência dos homens para com as mulheres, mas também no sentido inverso”, lembrou o governador provincial do Zaire,Pedro Sebastião.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA