IDN promove jornadas de defesa nacional para deputados

Director adjunto do IDN, capitão-de-mar e guerra José Maria Lima
Director adjunto do IDN, capitão-de-mar e guerra José Maria Lima
Luanda – O Instituto de Defesa Nacional (IDN) promove nesta quinta-feira, em Luanda, as terceiras jornadas de defesa nacional, onde tomarão parte dos trabalhos deputados do Parlamento angolano, com vista a recolha de opiniões junto dos representantes deste órgão de soberania.
De acordo com o director adjunto do IDN, capitão-de-mar e guerra José Maria Lima, que prestou hoje, segunda-feira, a informação à Angop, “o que se pretende é que estas opiniões possam constituir valências nas acções de formação que este instituto tem realizado junto da sociedade angolana em matéria de defesa nacional”.
Disse que para estas jornadas o IDN fará apresentação aos participantes de quatro comunicações, dentre elas sobre a reedificação das Forças Armadas Angolanas, instituição militar e seu relacionamento com a sociedade e o poder político, economia e defesa e gestão de crises/situação no norte de África.
“O nosso objectivo é promover a cultura da defesa aos membros da sociedade nos demais variados extractos sociais, daí a razão da realização dos cursos de defesa nacional para jovens e estudantes universitários, bem como jornadas nas regiões militares e nas administrações provinciais”, explicou o oficial superior.
A fonte referiu que a definição temática para as acções de formação do IDN, de uma forma geral, vão de encontro aos factores de conjuntura nacional e também internacional, razão pela qual a realização de mais uma jornada junto dos deputados à Assembleia Nacional.
Segundo o responsável militar, é grande a aderência por parte dos cidadãos nacionais em participarem nas acções de formação, jornadas, ciclos de estudo e debates para conhecimento da doutrina da defesa nacional, que tem carácter multidisciplinar e inter-ministerial.
O IDN para além das jornadas, conferências, seminários e simpósios realizou já sete cursos de defesa nacional para jovens, onde foram formados com aproveitamento “bastante positivo” mais de 300 cidadãos nacionais sobre a referida matéria (defesa nacional).
O IDN é um órgão tutelado pelo Ministério da Defesa Nacional, ao qual compete o estudo, a investigação, o ensino, a reflexão e divulgação das questões de defesa nacional.
São entre outras as atribuições deste instituto: a definição e a permanente actualização de uma doutrina da defesa nacional, o estudo e investigação do vector militar como componente da defesa nacional e promover o estudo estratégico que concorra para a prossecução da política de defesa nacional.
Compete-lhe também a sensibilização da população para os problemas da defesa nacional, em especial no que respeita os valores fundamentais que ameaçam e para os deveres que neste domínio a todos vinculam.

Font: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA