Huambo necessita de mais dadores de sangue voluntários

Huambo – A responsável da hemoterapia do hospital geral do Huambo, Amélia Ventura, solicitou hoje maior espírito de solidariedade das pessoas nas campanhas de doação de sangue, com vista a socorrer os doentes carenciados.
Em entrevista à Angop, no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Doador de Sangue, que hoje se assinala, a responsável deu a conhecer que de Janeiro a 12 de Junho deste ano apenas 280 voluntários compareceram à hemoterapia.
Amélia Ventura revelou que no mesmo período foram efectuadas mil e 554 transfusões de sangue, em 964 adultos e 590 crianças, com apoio maioritário das doações familiares.
Referiu que os beneficiários das transfusões sofriam de anemia por má nutrição, malária complicada, sangramentos, leucemias, acidentes e hemorragias na gravidez.
Apelou, por outro lado, a população a conhecer o seu grupo sanguíneo para que estejam atentas as necessidades, quer dos seus parentes como de outros.
A responsável anunciou serem mais procurados e solicitados os grupos sanguíneos Orh e o Brh positivos, tendo apontando como os mais raros os grupos A, O, B e AB negativos.
Neste momento, segundo Amélia Ventura, o stock da hemoterapia tem apenas 28 unidades, com diferentes grupos.
Para que a sociedade esteja informada sobre a importância de doar sangue, a responsável pediu a colaboração dos órgãos de comunicação social, a fim de que até os grupos dos municípios procurem a hemoterapia para oferecer um pouco do seu sangue a quem necessitar.

Font: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA