Grávidas com papel importante

A responsável da área de saúde reprodutiva na província do Cunene lançou sábado um apelo às mulheres grávidas na província para ajudarem a reduzir o número de casos de morte materno-infantis.
Francelina Matias disse à Angop que as mães podem ajudar as autoridades sanitárias indo às consultas de obstetrícia e pré-natal. “A falta de consultas pré-natal pode causar várias complicações, destacando-se a hemorragia pós-parto e partos prolongados que são as principais causas de mortes maternas”, disse.
Sublinhou ainda que as consultas são importantes, porque nela as grávidas aprendem informações sobre uma alimentação saudável, preparação para o aleitamento materno e abstenção do tabaco, álcool e outras as drogas. “As mulheres, principalmente as jovens, devem participar nas palestras realizadas pelos serviços de saúde, para que se previnam de gravidezes indesejadas e doenças transmitidas sexualmente”, defendeu.
Durante o primeiro trimestre do ano em curso, o Hospital Geral de Ondjiva realizou dois mil e 962 consultas pré-natais, sendo 931 pela primeira vez.

DEIXE UMA RESPOSTA