Grávidas aconselhadas à consulta de pré-natal

Muitas mulheres em estado de gestação recusam-se a serem observadas por enfermeiros
Muitas mulheres em estado de gestação recusam-se a serem observadas por enfermeiros

A administradora do Hospital de Cangandala, Isabel da Conceição Caxito Leitão, aconselhou as mulheres grávidas a seguirem as consultas de pré-natal, no sentido de evitar os problemas verificados por ocasião dos partos.
A directora Isabel Leitão disse, em declarações ao Jornal de Angola, que muitas mulheres em estado de gestação deixam de comparecer no hospital para marcação de consultas, devido ao complexo de serem observadas por enfermeiros do sexo masculino.
“Estamos a trabalhar na sensibilização das grávidas para que efectuem todas as consultas exigidas, para evitar os problemas por altura dos partos”, disse.
O município conta com 30 enfermeiros e três médicos. De acordo com Isabel Leitão, são necessários mais 20 enfermeiros.
Apenas uma ambulância está ao serviço do Hospital Municipal, Os casos graves são evacuados para o Hospital Geral de Malange.

 

Nas localidades onde as vias de acesso não permitem a circulação de viaturas e de motorizadas, os doentes são transportados em bicicletas ou tipóias.
Em Cangandala, as enfermidades mais frequentes são a malária e diarreias agudas.

 

 

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA