Grande Prémio de Cinema distingue “Tropa de Elite 2”

O filme “Tropa de Elite 2” foi o vencedor da décima edição do Grande Prémio do Cinema Brasileiro, que aconteceu no Rio de Janeiro. A longa-metragem de José Padilha ganhou nove troféus entre os 16 a que concorria. Entre os prémios, estão o de melhor filme, roteiro (Bráulio Montovani), actor (Wagner Moura), fotografia (Lula Carvalho) e melhor filme escolhido por voto popular.
“Tivemos grandes filmes, era difícil saber quem ia ganhar. Qualquer que fosse o vencedor, seria merecedor. Mas esses prémios são coisas simbólicas, pois o cinema não é uma corrida, com primeiro, segundo e terceiro lugares”, comentou o realizador.
“Chico Xavier”, de Daniel Filho, que também teve 16 indicações, levou os prémios de melhor maquilhagem, melhor roteiro adaptado e melhor actriz coadjuvante (Cássia Kiss).
O prémio de melhor actor coadjuvante foi dividido entre Caio Blat, de “As Melhores Coisas do Mundo” e André Mattos de “Tropa de Elite 2”. Glória Pires foi a vencedora na categoria de melhor actriz pelo papel em “Lula, o Filho do Brasil”. A Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira (ACIE) também homenageou o realizador Cacá Diegues.
Outro destaque da noite foi o documentário “Dzi Croquettes”, de Tatiana Issa e Raphael Alvarez, que ganhou os prémios de melhor documentário pelo voto popular e melhor montagem neste género. Lucy e Luiz Carlos Barreto foram os grandes homenageados com o prémio Eleonora de Martinio Salim pelos 50 anos dedicados ao cinema brasileiro.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA