Governo trava comboio de alta velocidade

O novo governo português liderado por Passos Coelho decidiu “suspender” a construção do comboio de alta velocidade entre Lisboa e Madrid, inicialmente previsto para 2013, segundo o programa do executivo entregue ontem no Parlamento.
A medida é considerada uma das principais novidades da nova administração portuguesa, que promete aplicar “escrupulosamente” o plano de ajuda financeira concluído em Maio com a União Europeia e o Fundo Monetário Internacional, anunciando que pretende “mais ambição”, em matéria de ajustamento fiscal.
Unir Madrid a Lisboa em menos de três horas com o comboio de alta velocidade foi considerado, pelo novo governo, um projecto ambicioso, que tinha sido adiado, antes, de 2010 para 2013, e que acabou por ficar comprometido, depois da vitória, nas eleições legislativas portuguesas, dos partidos de centro-direita.

 

 

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA