Ler Agora:
Governo do Congo Democrático nega divergências com Angola
Artigo completo 2 minutos de leitura

Governo do Congo Democrático nega divergências com Angola

O primeiro-ministro da República Democrática do Congo (RDC), Adolph Muzito, negou ontem, em Luanda, existir um diferendo com as autoridades angolanas por causa de uma alegada exploração de petróleo por parte de Angola em território congolês, na fronteira com Cabinda.
“Não há litígio neste capítulo. Existe um dossier sobre a matéria, que depois de bem estudado pelos peritos vai ser tratado na Comissão Mista” afirmou Adolph Muzito aos jornalistas, no final de uma audiência com o Vice-Presidente da República, Fernando da Piedade Dias dos Santos, na Cidade Alta.
Adolph Muzito responsabilizou a imprensa privada do seu país de estar a passar a “má informação”, que, em seu entender, em nada contribui para o fortalecimento das relações de amizade existentes entre os dois países e povos.
O primeiro-ministro congolês disse ter abordado com Fernando da Piedade Dias dos Santos a necessidade do reforço da cooperação entre os dois países e a questão dos movimentos migratórios clandestinos ao longo da fronteira terrestre comum. O primeiro-ministro congolês disse que a circulação ilegal de cidadãos na zona fronteiriça terrestre entre os dois países tem sido abordada a nível da comissão bilateral.  Adolph Muzito disse ainda ter analisado com o Vice-Presidente da República a questão dos Caminhos-de-Ferro de Benguela que ligam os dois países.

Fonte: Jornal de Angola

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »