Governador quer melhoriasno funcionamento do sector da saúde

O governador do Bié instou, recentemente, os gestores das unidades sanitárias da província a melhorarem o funcionamento do sistema de saúde para se reduzir a mortalidade neonatal, materno – infantil e a tuberculose. Boavida Neto, que falava num encontro com directores, gestores e inspectores de saúde, referiu, também, a necessidade de apurar o controlo da malária e do HIV/SIDA e pediu maior envolvimento numa “participação sustentada na organização, planificação orçamental e fiscalização”.
O governador pediu maior responsabilidade aos gestores das unidades sanitárias dos municípios do interior, onde é atendida a maior parte da população através dos programas municipalizados da saúde.
Boavida neto reconheceu debilidades na rede sanitária na periferia, frisando que muitas das unidades precisam de reabilitação, manutenção, abastecimento regular em medicamentos e fornecimento de energia eléctrica e de água.
Nas unidades sanitárias da periferia faltam recursos humanos qualificados, disse, acrescentando:
“As assimetrias na distribuição do pessoal a nível dos municípios devem-se à falta de casas para quadros e de subsídios”.
No Bié, a malária, as doenças respiratórias e a diarreia aguda são responsáveis por 70 por cento de mortes nas unidades sanitárias da periferia.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA