Fukushima tenta sistema para descontaminar a água

A Tepco, operadora da central nuclear de Fukushima, planeia pôr em marcha um sistema para descontaminar as mais de 110 mil toneladas de água radioactiva acumuladas na fábrica, depois de vários atrasos na sequência de avarias. O sistema devia ter entrado em funcionamento há dez dias, mas um problema com os dispositivos encarregados de absorver as substâncias radioactivas obrigou à sua suspensão, cinco horas após o arranque.

Entretanto, a Tepco anunciou que conseguiu solucionar os problemas técnicos graças à substituição do material absorvente e espera que a água possa começar a ser tratada correctamente, informou ontem o canal público NHK.
Nos testes realizados, o sistema, que conta com tecnologia da central francesa Areva e da americana Kurion, conseguiu descontaminar cerca de 600 toneladas de água, as quais serão utilizadas no arrefecimento dos reactores, acrescentou a NHK.O dispositivo, segundo a Tepco, conseguiu baixar em cem mil vezes o nível de césio-134 e césio-137, reduzindo a contaminação até aos 100 bequeréis por centímetro cúbico.O funcionamento normalizado deste dispositivo é considerado crucial no plano de arrefecimento dos reactores até Janeiro de 2012, já que permitirá reutilizar a água que inundou a fábrica para esse efeito, sem necessidade de injectar novo líquido.

 

 

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA