Ler Agora:
Feira Internacional do Ambiente confirma o empenho do Executivo
Artigo completo 2 minutos de leitura

Feira Internacional do Ambiente confirma o empenho do Executivo

Evento revela a preocupação do Executivo e do empresariado com as questões ligadas ao ambiente traçando e discutindo soluções

A primeira Feira Internacional do Ambiente, Serviços e Tecnologias Ambientais, que reuniu 106 empresas nacionais e estrangeiras, encerrou ontem, em Luanda. Promovida pelo Ministério do Ambiente, Angola esteve representada por 70 empresas do ramo da construção civil, agricultura, energia e água, transporte, entre outras.
O administrador da Feira Internacional de Luanda, Matos Cardoso, afirmou que a primeira Feira Internacional do Ambiente, Equipamentos, Serviços e Tecnologias Ambientais representa o empenho do Executivo na protecção e fomento de políticas ambientais sólidas.
A mesma conta com representantes do Brasil, Portugal, Espanha, África do Sul, Nigéria, China, Dinamarca, França, Estados Unidos da América e Alemanha. No quadro da introdução de novos produtos, serviços e tecnologias associadas ao desenvolvimento ambiental, o Executivo angolano pretende introduzir a criação de novas empresas e postos de trabalho, aliado à melhoria ambiental, de modo a contribuir para um crescimento sustentável no país.
Com vista à criação de um futuro mais verde para Angola, o certame reuniu especialistas internacionais, fornecedores de tecnologias ambientais, parceiros de negócios, empresas angolanas, instituições e cidadãos na busca de um propósito comum. Para a aplicação das tecnologias ambientais, o Executivo angolano escolheu como áreas prioritárias a construção civil, agricultura e floresta, transporte, energia e água.
Matos Cardoso referiu que o evento representa o esforço, não só do Executivo, mas também do empresariado e da sociedade que está preocupada com as questões ligadas ao ambiente, traçando e discutindo soluções para tratamento e prevenção dos impactos ambientais.
“Este certame é uma oportunidade de alguns dos maiores investidores nas áreas do urbanismo e construção, agricultura e floresta, indústria, energia, transporte, tecnologia, petróleo, entre outras”, frisou.
Ao falar da periodicidade da feira, Matos Cardoso sublinhou que o acordo de parceria entre a FIL e o Ministério do Ambiente é para a realização de três edições e que as outras duas são realizadas em 2012 e 2013.

 

 

Fonte: Jornal de Angola

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »