Estrada do Lucala ao Negage fica concluída em Dezembro

A reabilitação da Estrada 230, entre o município do Lucala (Kwanza-Norte) e Negage (Uíge) numa extensão de 95 quilómetros, fica concluída até Dezembro próximo, garantiu no Dundo ya Mutulo o director da empresa encarregada das obras, Sócrates de Melo.
As obras foram retomadas há dois meses após um longo período de paralisação devido às chuvas e já foram asfaltados oito quilómetros. A empreitada gerou 240 empregos e, como referiu Sócrates de Melo, “caso a empreitada corra como previsto pretendemos, até Janeiro de 2012, concluir a delimitação das bermas e faixas de rodagem”. Garantiu que estão a ser feitos todos os esforços para no mais curto espaço de tempo ficar concluída a via, que vai facilitar o transporte dos equipamentos para a reconstrução nacional nas províncias do Norte e Leste de Angola.

Trocas comerciais

As obras de terraplanagem realizadas entre Cuso e Samba Lucala, no município de SambaCajú, vieram facilitar a circulação de pessoas e bens na região. Maria Manuel, residente na comuna, frisou que em função do estado de degradação da picada de acesso, os candongueiros escalavam Samba Lucala apenas duas vezes por semana, mas agora, com a conclusão das obras fazem-no todos os dias, levando bens de primeira necessidade, como sal, açúcar, sabão e óleo.
O soba da aldeia de Cangamba, João Domingos Netos, disse que a situação social e económica da comuna é razoável, apesar de existirem dificuldades, como a falta de água potável na maioria dosbairros, a degradação dos principais edifícios.

O enfermeiro do único posto de saúde existente, António Manuel, revelou não existirem grandes preocupações em relação à situação sanitária, pois, disse, a secção municipal de Saúde de Samba Caju fornece com regularidade os medicamentos essenciais para o combate às doenças mais frequentes.
Defendeu admissão de mais quatro técnicos de enfermagem e a construção de mais dois postos de saúde para responder “de forma razoável” às solicitações dos doentes na comuna” e a aquisição de uma ambulância para a evacuação dos doentes graves e mães com partos difíceis. Em Samba Lucala está em reabilitação o posto de saúde e a casa do enfermeiro, a construção de uma nova escola do primeiro ciclo com três salas e a instalação, pela primeira vez, de um sistema de iluminação pública e domiciliar, suportado por um grupo gerador de 110 KVA.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA