Egipto desistiu de empréstimo

O Egipto desistiu dos pedidos de empréstimo ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e ao Banco Mundial, anunciou, no sábado, Abdelfattah el-Guebali, conselheiro do ministro das finanças egípcio, Samir Radwane.
“Decidimos não recorrer a empréstimos de instituições financeiras internacionais”, disse Abdelfattah el-Guebali à agência France Presse.  “Esta decisão foi tomada depois da pressão da opinião pública”, que rejeitou estes empréstimos logo “após a apresentação de um projecto de orçamento para 2011-2012, que prevê uma redução das despesas públicas”, declarou.
O Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou, no início deste mês, um empréstimo de dois mil milhões de euros ao Egipto para a recuperação económica do país, anunciou na altura o ministro das Finanças egípcio.
Numa conferência de imprensa conjunta, no Egipto, o ministro referiu que o empréstimo era a cinco anos e que se destinava a reduzir o défice orçamental, que ronda o equivalente a 19 mil milhões de euros. O Egipto vive uma crise económica desde a renúncia, em Janeiro, de Hosni Mubarak.

 

 

 

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA