Distribuição de água considerado deficiente

Malanje – O secretário de Estado das Águas, Luís Filipe da Silva, disse quarta-feira, no município de Calandula, que o nível de abastecimento de água potável às populações da província de Malanje ainda não é satisfatório, quer no meio urbano quer rural.
No âmbito da visita de trabalho de 48 horas a Malanje, Luís Filipe da Silva constatou que o abastecimento de água potável na maioria das sedes municipais e comunais ainda é deficiente.
Segundo o responsável, em Malanje, o programa ‘’água para todos’’, está a ser implementado a um nível de cobertura, no meio rural, abaixo do desejado, mas esforços serão envidados no sentido de a médio prazo se atingir o grau de distribuição na ordem dos 80 porcento.
Luís Filipe da Silva, disse que o governo da província de Malanje, tem um plano de acção para o presente ano, que visa a melhoria do abastecimento de água às populações.
Vamos trabalhar em colaboração com o governo provincial na materialização dos projectos de abastecimento de água, de forma a que o líquido jorra nas sedes municipais e comunais, ‘‘, frisou.
No que toca ao projecto água para todos, Luís Filipe da Silva prometeu intensificar as acções do programa por formas a que se atinja as metas preconizadas.
Luís Filipe da Silva trabalhou terça-feira e quarta-feira em Malanje para avaliar o grau de execução do programa “água para todos”, bem como o nível de consumo e a qualidade do precioso líquido.
Durante a sua estada na província, o dirigente trabalhou na sede provincial e nos municípios de Calandula e Caculama, tendo visitado infra-estruturas do sector nas referidas regiões e auscultou as suas preocupações.

Font: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA