Director do Hospital Josina Machel quer mais humanização dos serviços

O director-geral do hospital Josina Machel, Alberto Paca, afirmou em Luanda, que a direcção daquela unidade hospitalar está empenhada em aumentar o sistema de organização e humanização dos serviços assistenciais.
O director do hospital fez esta afirmação quando falava no acto que assinala o segundo ano do Serviço de Cardiologia, Hemodinâmica e Cirurgias Cardíacas do Hospital Josina Machel.
O Hospital Josina Machel tem-se destacado neste sector, devido aos recursos humanos qualificados, à tecnologia e aos serviços especiais que possui, facto que está a permitir a execução de um trabalho eficaz junto dos pacientes.
Informou que a direcção do hospital traçou estratégias para garantir e consolidar a estabilidade dos níveis de organização e assistência médica, baseada no reforço da regulamentação de todas as áreas funcionais da instituição.
Reconheceu que a materialização dos projectos conta com o apoio do Executivo, através do Ministério da Saúde e do Governo Provincial de Luanda.
Alberto Paca revelou que o empenho dos profissionais do hospital tem-se reflectido numa “sistemática e contínua” redução global de casos de mortalidade naquela unidade, com cifras de 23,13 por cento nos Serviços de Urgência e 24,62 por cento no Internamento, no final do ano 2010.
“Este resultado traduz o esforço que os profissionais desta unidade empreendem para salvar a vida dos pacientes e o investimento adicional realizado para esse fim”, afirmou. Alberto Paca considerou o Hospital Josina Machel como uma unidade de referência do sector clínico no país.

Estiveram presentes na cerimónia, várias personalidades, entre as quais o vice-ministro da Saúde para a Área Hospitalar, Carlos Masseca, a vice-ministra do sector para a área de Saúde Pública, Evelise Fresta, deputados, políticos, académicos e oficiais das Forças Armadas Angolanas (FAA).

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA