Dieta baixa em calorias reduz sintomas da doença

Uma dieta baixa em calorias pode beneficiar pessoas que sofrem de apneia do sono. O problema afecta pessoas obesas ou que estão acima do peso.
A conclusão é de um estudo conduzido pelo especialista Kari Johansson e um grupo de pesquisadores do Instituto Karolinska, de Estocolmo, Suécia, publicado quarta-feira na revista “British Medical Journal”.
A apneia é uma doença comum, que consiste em pausas anormais na respiração durante o sono. Por essa razão, os pacientes não se sentem descansados mesmo depois de dormirem uma noite inteira.
A patologia está relacionada com uma pior qualidade de vida, maior probabilidade de sofrer acidentes e aumento do risco de morte prematura.
Entre 60 e 70 por cento das pessoas que sofrem de apneia do sono são obesas ou estão acima do peso e alguns estudos demonstraram que uma dieta baixa em calorias pode melhorar a situação.
Os especialistas do Instituto Karolinska acompanharam durante um ano a evolução de 63 homens, com idade entre 30 e 65 anos e IMC (Índice de Massa Corporal) entre 30 e 40 por cento (o IMC normal varia de 18,5 a 24,99 por cento).
Dos 63 pacientes, 58 seguiram uma dieta saudável e baixa em calorias e participaram num programa de orientação, onde recebiam conselhos para manter o peso alcançado, além de informação sobre nutrição e prática de actividades físicas.

As pessoas que perderam peso depois de nove semanas e conseguiram mantê-lo ao longo de um ano, sentiram efeitos positivos nos sintomas da apneia.
Os especialistas revelaram que 48 por cento dos pacientes passaram a não precisar mais de máscara para respirar, enquanto dez por cento deixaram de apresentar sintomas da apneia. Os especialistas também comprovaram que, quanto maior a perda de peso, maior a melhoria dos sintomas.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA