Crise no FC de Cabinda longe da solução

Cabinda – O FC de Cabinda continua em crise directiva, mesmo com a realização sábado de eleições que reconduziram o elenco liderado José Sita Leze. Para esclarecer a situação, João Conde, presidente da comissão eleitoral disse que o pleito foi livre e justo, pelo que as reclamações de outras alas estão sem fundamento.

Falando em conferência de imprensa terça-feira, o responsável sublinhou que a comissão eleitoral cumpriu as obrigações e as deliberações da assembleia-geral do clube, realizada a 2 de Abril, que culminaram com a decisão de renovação do corpo social do emblema cabindense.

“É nesta aplicação que as reuniões da assembleia-geral e as convocatórias têm sido assinadas pelo secretário-geral, Samuel Mambo Joaquim. E é na sequência delas que as actas produzidas nas assembleias têm merecido aval do presidente da mesa da assembleia-geral, Rui Mingas”, disse.

Esclareceu que sábado a comissão eleitoral recebeu apenas uma candidatura, dentro dos prazos estabelecidos, cuja lista era liderada por José Sita Leze, confirmado como presidente do FC de Cabinda. Alguns membros do antigo elenco consideram ilegal a direcção eleita.

A equipa de futebol do FC Cabinda, que participa do Campeonato Nacional da primeira divisão, ocupa a 11ª posição com 13 pontos.

Fonte:angop

DEIXE UMA RESPOSTA