Crianças do Cunene fazem festa e pedem mais protecção dos pais

As crianças das escolas da cidade de Ondjiva pediram aos professores e encarregados de educação mais protecção e qualidade no ensino, durante as comemorações do Dia Mundial da Criança, que decorreram num ambiente de muita alegria e festa.
Entre balões e músicas infantis, as crianças encheram o recinto gimnodesportivo de Ondjiva com dança e teatro. Estavam presentes pais, membros do Governo Provincial e representantes da UNICEF. O acto marcou a abertura das actividades no Cunene, que decorrerem em todos os municípios de 1 a 16 de Junho, com palestras e encontros educativos.
Fabrícia Assunção, uma das muitas crianças presentes no acto, disse ao Jornal de Angola que para além de estudar, também gosta de brincar e passear “mas o que mais desejo é um futuro com alegria para todos”.
O governador em exercício, Cristino Mário Ndeitunga, diz que graças ao esforço do Executivo, a situação das crianças em todo o país tem melhorado. Disse também que África continua a ser um palco de conflitos, cujas vítimas principais são crianças inocentes e indefesas.Cristino Mário reafirmou que o governo da província do Cunene tem dedicado especial esforço à solução dos problemas das crianças.
Como resultado, disse, “registamos grandes avanços no sector da saúde, habitação, água, energia eléctrica e mais escolas foram construídas para reduzir o número de crianças fora do sistema de ensino”. Cristino Mário Ndeitunga pediu dedicação aos professores recém admitidos.O Procurador provincial do Cunene, Filomeno Lopes dos Santos, que presidiu à palestra “Violência contra a criança”, disse que a violência contra as crianças tem estado a aumentar no lar e nas escolas.
Em relação ao tráfico de crianças na província do Cunene, Filomeno Lopes dos Santos informou que há apenas dois registos de menores retiradas do Lubango, que foram prontamente detectados.


Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA