Congresso dos EUA pede explicações sobre a intervenção militar na Líbia

A Câmara de Representantes do Congresso norte-americano aprovou ontem uma resolução para exigir ao Presidente Barack Obama explicações sobre a intervenção militar na Líbia, noticiou a Agência France Press.
A resolução, aprovada por 268 votos a favor e 145 contra, exige que o Presidente Barack Obama apresente no prazo de 14 dias um relatório detalhado sobre a intervenção militar na Líbia.
Anteriormente, Barack Obama disse que o envolvimento dos EUA no conflito era limitado e por isso não era necessária a aprovação da operação no Congresso.
A OTAN anunciou ontem, de madrugada, ter realizado o seu primeiro ataque com helicópteros na Líbia, visando veículos militares, equipamentos e forças leais ao coronel Muammar Kadhafi. “Helicópteros de ataque sob o comando da OTAN foram utilizados pela primeira vez no dia 4 de Junho, em operações militares na Líbia, dentro da operação “Protector Unificado”, revelou a Aliança Atlântica.
“Entre os objectivos atacados figuram veículos militares, equipamentos e tropas” leais a Kadhafi, informou a OTAN, sem precisar o local da acção. O ataque “demonstra as possibilidades únicas oferecidas pela utilização de helicópteros de combate”, disse o general Charles Bouchard, comandante das operações da OTAN na Líbia.
França e Estados Unidos contribuíram com helicópteros de ataque para a missão da OTAN. Os franceses enviaram quatro aparelhos “Tigre” e os britânicos, quatro “Apache”. Os franceses contam ainda com 12 helicópteros “Gazelle”.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA