Comunidade do Lépi ganha uma farmácia

Longonjo – Um posto de venda de medicamentos diversos foi aberto nesta segunda-feira, na comuna do Lépi, município do Longonjo, província do Huambo, numa iniciativa privada que visa contribuir na melhoria de assistência sanitária prestada às populações.
Com um investimento de cerca de um milhão e quinhentos mil kwanzas, o estabelecimento vai proceder à venda de medicamentos diversos como anti palúdicos,   analgésicos, antibióticos, pomadas e xaropes de várias espécies, material aplicável e detergentes.
Na ocasião, a administradora do município do Longonjo, Beatriz Tutuvala Filipe, considerou importante o empreendimento, já que vai ajudar nos esforços do executivo na melhoria da qualidade de vida das comunidades, principalmente na assistência medica-medicamentosa.
O estabelecimento vai empregar quatro jovens, sendo três empregados de balcão e uma de limpeza.
O responsável da farmácia, Higino Correia, garantiu que tudo fará para a instalação de um laboratório para análises diversas na comuna do Lépi.
“Com a ajuda da administração municipal e comunal tudo faremos para que nesta localidade seja instalado um laboratório, evitando que as populações do Lépi percorram grandes distâncias a procura destes serviços”, realçou o empresário.
Este é o único estabelecimento de venda de medicamentos na comuna do Lépi, que vai por cobro aos pacientes que frequentemente afluem à farmácia localizada na vila do Longonjo.

Font: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA