Centro do Calussinga com milhares de casos

O Centro de saúde de Calussinga, Bié, atendeu, este ano, até Maio, 7.251 doentes disse, ao Jornal de Angola, o responsável da unidade sanitária.
Pedro Suende afirmou que a malária, com 1.982 casos, é a doença mais preocupante, seguida da parasitose, 1.123, intestinais, 489, respiratórias agudas, 258, e infecções urinárias, 140.
No mesmo período, foram realizados 85 partos, com quatro nados mortos.
O centro, inaugurado em Setembro, atende cerca de 80 pessoas por dia e tem dois técnicos médios e 32 com formação básica.
A comuna de Calussinga, com 81 mil habitantes, é constituída por 183 aldeias e 13 embalas.
A população dedica-se maioritariamente à agricultura de subsistência, especialmente milho, feijão, batata rena, batata-doce, tomate, cebola, repolho e couve.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA