Bengo regista redução de infracções contra criança

Caxito – Três infracções contra crianças foram registadas de Janeiro a Maio do ano corrente, contra treze em igual período de 2010, pela Direcção Provincial do Instituto Nacional da Criança (INAC) no Bengo.

Os dados foram revelados hoje pelo director provincial, Luciano Chila, em declarações à Angop, acrescentando que a redução tem como base os encontros de sensibilização que os técnicos do INAC têm promovido junto das comunidades para a sua erradicação a nível da província do Bengo.

Adiantou que em todos os municípios foram criadas redes de protecção contra a infância, com o objectivo de acompanhar de perto os problemas que mais assolam os petizes.

Deu a conhecer que as infracções se consubstanciam na fuga à mesada, em que foram chamados os progenitores para um aconselhamento, de forma a mudarem de atitudes.

Sublinhou que dos oito municípios da província do Bengo, o Dande é tido como o local com maior número de casos, sendo muitas vezes de exploração, ofensas corporais e outras anomalias contra os menores.

Adiantou, por outro lado, que o INAC pretende, nos próximos tempos, construir em cada município do Bengo um parque infantil, de forma a permitir a recreação dos petizes da região.

Consta ainda no programa a realização de encontros com empresários e organizações não governamentais para abordarem questões atinentes ao natal.

Luciano Chila sublinhou a necessidade dos encarregados de educação redobrarem os seus esforços, no sentido de proteger os interesses da criança e oferecer um lar e educação para que os petizes cresçam de forma saudável.

Fonte: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA