Balcões do Siac registam mais adesões

As unidades dos serviços empresariais públicos e privados do Serviço Integrado de Atendimento ao Cidadão (SIAC) de Talatona, Caxito, Malange e Uíge atenderam durante o primeiro trimestre deste ano quase dois milhões de pessoas.
A unidade de Talatona, a primeira a entrar em funcionamento, atendeu 1.892.550 pessoas, a do Caxito 24.244, a de Malange 4.368 e a do Uíge atendeu 8.368 pessoas.
A Unidade de Intermediação de Mão-de-Obra registou 5.767 candidatos, recebeu 608 ofertas e encaminhou 1.255 candidatos. Quanto ao registo de empresas, foram registadas 76 empresas.
Anselmo Monteiro recordou que o Serviço Integrado de Atendimento ao Cidadão tem várias unidades de actuação. A unidade de serviços públicos, que incorpora a Direcção Nacional Identificação Civil e Criminal, a Direcção Nacional de Registo Notarial, a Direcção Nacional de Viação e Trânsito, o Instituto Nacional da Segurança Social e a Direcção Nacional de Impostos.
A unidade de intermediação de mão-de-obra faz parte do sistema.
E a unidade empresarial integra o Banco de Poupança e Credito, Banco Africano de Investimento, TAAG, EDEL, EPAL, Imprensa Nacional, Angola Telecom, Unitel, BAI Micro Finanças, Banco Sol e Agência Nacional de Investimento Privado. Anselmo Monteiro disse que para manter a qualidade dos funcionários, está prevista para breve, a formação dos funcionários a serem integrados no Serviço Integrado de Atendimento ao Cidadão das províncias do Huambo e Benguela, nas áreas de ética organizacional, pauta deontológica, relações interpessoais, gestão de conflitos, atendimento de excelência, técnica e práticas de atendimento, marketing pessoal e institucional.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA