Angola no encontro de secretários gerais

O secretário-geral do MPLA, Julião Mateus Paulo “Dino Matrosse”, está desde ontem na Guiné-Bissau para participar na reunião dos secretários gerais dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), a decorrer a partir de amanhã e até quinta-feira próxima.
No Aeroporto Internacional “4 de Fevereiro”, Dino Matrosse disse que estes encontros eram frequentes, mas devido à situação política de alguns partidos deixaram de ser regulares, dai a necessidade de se retomar o ritmo.
Nas reuniões participam os secretários-gerais dos partidos políticos que protagonizaram a independência dos seus países, MPLA (Angola), PAICV (Cabo Verde), PAIGC (Guiné-Bissau), PDGE (Guiné Equatorial, país observador da CPLP com pretensão de integrar a comunidade), FRELIMO (Moçambique), e MLSTP (São Tomé e Príncipe).
Dino Matrosse revelou que no primeiro dia da reunião, cada secretário-geral vai falar sobre questões organizativas e a situação interna dos partidos. “Vamos também avaliar os progressos alcançados pelos partidos no poder tendentes à melhoria das condições de vida das populações, e só depois é que falamos de outras questões que interessam aos partidos políticos dos PALOP”, acrescentou.
Dino Matrosse salientou que o encontro da Guiné-Bissau vai servir também para comemorar os 50 anos da constituição da Conferência dos Movimentos das Ex-colónias Portuguesas, organização criada em Marrocos.
Fazem parte dos PALOP, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e a Guiné Equatorial, que em 2007 adoptou o português como língua oficial.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA