Ahmadinejad renuncia a Ministério do Petróleo

O Presidente do Irão, Mahmoud Ahmadinejad, renunciou ao Ministério do Petróleo e nomeou para o seu lugar Mohammad Aliabadi.A nomeação, divulgada na noite de quinta-feira no site da Presidência, ocorreu apenas 24 horas depois do Parlamento do país ter aprovado um documento no qual considerava ilegal que o líder fosse o responsável pela estratégica pasta e que votasse a favor de remeter a polémica ao poder judicial.
Mahmoud Ahmadinejad assumiu o Ministério em Abril, após destituir o então responsável, Massoud Mirkazemi, como parte de um suposto plano para fundir alguns ministérios.
De acordo com as leis iranianas, o líder tem poder para remodelar o Governo e nomear ministros interinos por um prazo de três meses, após o qual deve consultar o Parlamento sobre as novas nomeações.
As energias fósseis são o sustento da economia do Irão, país que detém a segunda maior reserva de petróleo e gás do mundo.
Caso tivesse continuado à frente do Ministério do Petróleo, Mahmoud Ahmadinejad tinha a possibilidade de presidir, na próxima semana, em Viena, à reunião ministerial da Organização dos Países Exportadores de Petróleo.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA