Adiada assembleia-geral extraordinária do FC Bravos do Maquis

Luena – A assembleia-geral extraordinária do FC Bravos do Maquis do Moxico convocada para, hoje (sábado), foi adiada para uma data anunciar, por questões de calendário do presidente da mesa, João Ernesto dos Santos.

O encontro, esperado com muita expectativa pela massa associativa, tem como objectivo a dissolução da direcção do clube e a criação de uma comissão de gestão, devido à falta de entendimento entre o actual presidente do FC Bravos do Maquis e o seu adjunto para o desporto, Luís Miguel Francisco e Augusto Manuel José Quitadica, respectivamente.

Um comunicado, assinado pelo actual presidente do clube, refere que o desentendimento entre os dois dirigentes do Maquis iniciou na sequência do programa de reorganização administrativa, introduzida no princípio da época desportiva, em que o vice-presidente deixou de ser o protagonista da gestão administrativa e financeira do clube

Segundo o documento, as medidas tomadas no geral não foram compreendidas por Augusto Manuel “Docas”, que ao abrigo dos estatutos do clube lhe compete a gestão desportiva.

A última assembleia ordinária teve lugar em Fevereiro de 2009. O FC Bravos do Maquis do Moxico foi fundado no dia 27 de Junho de 1983, tendo realizado três assembleias-gerais ordinárias.

Font: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA