1º de Maio-Interclube e 1º de Agosto-Recreativo da Caála

Os jogos 1º de Maio-Interclube e 1º de Agosto-Recreativo da Caála são os destaques na décima quarta jornada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão, Girabola’2011, numa tarde que inclui ainda as partidas Recreativo do Libolo-Progresso, Académica do Soyo- FC de Cabinda, Santos FC-Académica do Lobito e Bravos do Maquis-Sagrada Esperança.
O campeão nacional, Interclube, tem hoje uma deslocação difícil a Benguela, onde defronta às 15h30 o 1º de Maio, no estádio Edelfride Costa “Miau”, que a jogar em casa não costuma desperdiçar pontos.
Os proletários, que em seis jogos em casa somam cinco triunfos, entram para o relvado com o intuito de manter esta invencibilidade no seu reduto, apesar de ter consciência do valor e pergaminhos do opositor. Os polícias almejam conservar o estatuto de equipa que ainda não sentiu o amargor da derrota. Com estes condimentos, Benguela tem certamente uma tarde de bom futebol.
No estádio dos Coqueiros, o 1º de Agosto recebe o Recreativo da Caála, num jogo em que os militares são obrigados a assumir o favoritismo, ante um adversário que pretende encetar a recuperação depois de um período menos bom. Os donos da casa, que alternam o bom e o mau, precisam de vencer para manter-se na corrida aos lugares cimeiros, ao passo que a formação do planalto central, quer recuperar o prestígio de vice-campeão. É um bom jogo em perspectiva, dado o valor equiparado dos contendores, cabendo aos planálticos contrariarem o favoritismo que o factor casa confere ao 1º de Agosto.
O Libolo mede forças com  o Progresso, num confronto em que a formação orientada por Zeca Amaral vai procurar vencer para se manter na luta pelas posições dianteiras da tabela, enquanto o Progresso luta para, no mínimo, roubar pontos aos anfitriões. Equilibrado vai ser o confronto entre Bravos do Maquis e Sagrada Esperança.
Os dois conjuntos são equiparados mas os donos da casa são favoritos, apenas pelo facto de actuarem diante do seu público. Maquisardes e diamantíferos somam o mesmo número de pontos, o que torna ainda mais interessante a peleja pela vitória.
O embate entre Académica do Soyo e FC de Cabinda é igualmente entre formações equiparadas e com ambições parecidas.

Os anfitriões são os favoritos, mas os forasteiros são bem capazes de surpreender, pelo que se antevê um jogo equilibrado.
Santos FC e Académica do Lobito medem forças, num duelo entre equipas que procuram fugir de posições incómodas, pelo que pode ter o seu interesse.
Os anfitriões estão a tentar a recuperação, depois da chicotada psicológica, enquanto os “estudantes” há muito procuram encontrar os caminhos da vitória. Aos santistas, a jogarem em casa, cabe assumir e justificar o favoritismo.

in Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA